A arte de encerrar o dia

Encerrar o dia

Após um dia de trabalho intenso, nossa mente parece não conseguir simplesmente relaxar. Os pensamentos continuam agitados, revisando o que foi feito e o que ficou para o próximo dia. Para alguns, existe um certo heroísmo nessa incapacidade de encerrar o dia e voltar-se para a família e os amigos. Porém, sejamos francos, as consequências de uma mente que não consegue se desconectar podem ser bastante desagradáveis.

Para uma vida mais equilibrada, é necessário aprender a administrar o volume e a intensidade do trabalho adequando-o ao nosso ciclo biológico de energia e disposição. Para mim, estabeleci uma regra: não inicio tarefas após as 16:00. O final da tarde é um momento de “acabativa”, o oposto da iniciativa. Procuro concluir tarefas e organizar o dia seguinte, assegurando que nada seja esquecido.

Esse ritual de encerramento me coloca no controle do que está acontecendo. Também envia uma mensagem poderosa para minha mente: é hora de diminuir o ritmo e voltar-se para outras coisas importantes na vida.

Publicado por

Daniel R. Bastreghi

O que nos move? Como fazer valer nossos esforços? Como aproveitar o tempo que nos é dado? Na esperança de um dia encontrar respostas convincentes para essas perguntas, eu, Daniel, passeio pelo mundo do marketing, empreendedorismo, psicologia, autoconhecimento e filosofia. Compartilhe suas percepções e ajude a construir o conhecimento.

Deixe uma resposta