Inbound Marketing

[vc_row parallax=”no” css=”.vc_custom_1421941439248{margin-bottom: 30px !important;border-top-width: 4px !important;border-bottom-width: 4px !important;padding-top: 20px !important;padding-bottom: 20px !important;border-top-color: #004b95 !important;border-bottom-color: #004b95 !important;}”][vc_column width=”1/4″][vc_column_text]Consultor Marketing[/vc_column_text][/vc_column][vc_column width=”3/4″][vc_column_text css=”.vc_custom_1421941675929{padding-top: 20px !important;padding-bottom: 20px !important;}” el_class=”drb_citacao”]“Acredito que a Internet seja um canal acessível e inteligente para fazer marketing. Já investimos na criação de websites, envio de e-mail marketing, mídias sociais e links patrocinados. Porém, o retorno está ficando cada vez mais magro. O que pode estar acontecendo?”[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css=”.vc_custom_1421931677877{margin-bottom: 40px !important;}” parallax=”no”][vc_column width=”1/1″][vc_column_text]Pouco tempo atrás, a Internet era um território inexplorado, um oceano azul cheio de oportunidades. Rapidamente uma avalanche de empresas passou a considerar estratégias no mundo digital, abarrotando a Internet de anúncios e interrupções.

Vivemos uma era de escassez de tempo e atenção, agravada pela abundância de estímulos, no computador, celular, tablets, também no trabalho e outros ambientes agitados. Como uma reação natural e inconscientemente, as pessoas estão limitando sua percepção, filtrando estímulos e interrupções indesejadas. Nesse contexto, surge a questão: como se comunicar quando ninguém está ouvindo?

Essa questão nos leva a uma profunda reflexão sobre os alicerces do marketing. O marketing tradicional baseia-se em anúncios de interrupção, como vemos hoje na TV, rádio, e-mail (SPAM), telemarketing, carros de som, outdoors, etc. Mas a interrupção está perdendo sua eficiência e ainda é mal vista, especialmente nos casos do telemarketing e SPAM. É necessário transcender o paradigma da interrupção, pois este modelo é incompatível com o meio digital.

Como alternativa, surge o conceito de marketing de permissão e Inbound marketing. Estas são maneiras menos invasivas de iniciar um relacionamento com o público-alvo e ainda gerar valor. Obtendo a permissão para comunicar-se com o público-alvo, ganha-se a atenção.

Podemos entender o processo de marketing de permissão e Inbound marketing dividindo-o em 4 momentos:

 

Fluxo de marketing digital

 

Momento 1: Atração do público

Estando presente nos sites de busca, nas mídias sociais ou mesmo nas mídias impressas selecionadas, podemos oferecer algum atrativo, geralmente gratuito, para captar a atenção do público desejado.

Momento 2: Captura

Caso o público interesse-se pelo atrativo e o interprete como autêntico e confiável, poderá autorizar o início de um relacionamento, informando um e-mail de contato, curtindo uma FanPage, solicitando o envio de materiais por correios ou solicitando uma chamada telefônica.

Momento 3: Percepção de valor

A autorização dada pelo público ainda é frágil, devendo ser desenvolvida. É necessário construir um relacionamento com interações relevantes, oportunas e recorrentes. Desse modo, a empresa deixa de ser uma completa estranha, para se tornar conhecida ou amiga.

Momento 4: Venda

Quando relacionamento estiver suficientemente desenvolvido e houver confiança, pode-se eventualmente oferecer um estímulo, como um desconto ou brinde, para a compra de algum produto. Se a oferta for realizada prematuramente ou insistentemente, ela será ignorada e a permissão poderá ser revogada.

De certo modo, esse processo já ocorre há décadas, principalmente no universo B2B. Mas agora com o uso da Internet e de softwares de CRM, isso pode ser ampliado, acelerado e automatizado.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row use_container=”” poster=”” mp4=”” m4v=”” webm=”” ogv=”” overlay=”” parallax=”no” row_section_id=””][vc_column width=”1/1″][separator headline=”h2″ style=”center” width_style=”short” margin=”40″ title=”Avalie sua estratégia de marketing digital”][vc_column_text]

Metodologia dos 5 fatores de sucesso

Os 5 fatores são as características que foram trabalhadas de modo inteligente em websites de sucesso. Trata-se dos objetos de trabalho de um verdadeiro profissional de marketing na internet.

A cinco perspectivas compõem uma ferramenta de análise com o intuito de identificar oportunidades, ameaças, fortalezas e fraquezas da empresa, comparada aos seus concorrentes, no contexto do marketing na Internet.

Perspectiva Presença

Para que o website se torne uma ferramenta de divulgação e comunicação capaz de atrair novos clientes, é necessário que ele esteja presente e em evidência nos outros websites, por meio de anúncios ou publicidade espontânea.

No fator presença, analisa-se as ações de divulgação do website e sua presença em sites de busca, guias de serviços, blogs e portais relacionados a atividade da empresa.

Algumas perguntas para reflexão nesta perspectiva:

  • O website é facilmente encontrado nos principais sites de busca (Google, Yahoo e Bing)?
  • O website está bem posicionado nos resultados do Google quando utilizadas palavras-chave comuns aos clientes em potencial?
  • Quais outros websites ou blogs atraem potenciais clientes? Como poderíamos estar presentes neles?
  • Quais palavras-chaves são importantes para o público e quais as oportunidades de otimização do website para buscadores?
  • Quanto pode-se investir para capturar um novo cliente?

Perspectiva Confiança

A Internet é um ambiente de desconfiança, onde grande parte das empresas e consumidores são absolutamente anônimos. Para conquistar o visitante que desconhece a empresa e transformá-lo em cliente, é vital utilizar-se de elementos que transmitam credibilidade.

Em vários casos, “parecer mais confiável” é o principal ou único elemento diferenciador dos concorrentes no ambiente virtual, uma vez que na Internet os produtos e serviços tornam-se aparentemente muito similares.

Ser confiável significa conquistar a fé do cliente em potencial de que a empresa pode de fato atender suas necessidades. A percepção de confiança é gerada através de elementos objetivos e subjetivos na página.

Algumas perguntas para reflexão nesta perspectiva:

  • O visitante sente-se seguro ao efetuar uma compra através dessa empresa?
  • O website demonstra toda a capacidade da empresa para atender com qualidade o cliente?
  • O website demonstra preocupação e respeito pela privacidade e direitos do consumidor?

Perspectiva Facilidade

Facilidade em utilizar o website e localizar as informações é fundamental para que o visitante sinta-se confortável e siga a diante no processo de compra. Dificuldades de navegação causadas por informações confusas ou falhas técnicas podem comprometer significativamente o número de visitantes convertidos em clientes. O fator facilidade está bastante sujeito a subjetividade. No entanto, existem algumas práticas comuns de design devem ser seguidas.

Algumas perguntas para reflexão nesta perspectiva:

  • A navegação no website é fácil, rápida e intuitiva aos olhos do visitante leigo?
  • O processo de conversão pode ser reduzido ou simplificado?
  • As páginas são objetivas e organizadas?
  • Há alguma dificuldade ou desconforto técnico na navegação?
  • É possível identificar e retirar elementos que podem confundir ou distrair o visitante da ação desejada (por ele ou pela a empresa)?

Perspectiva Conteúdo

O conteúdo de um website é a razão principal pela qual seus visitantes o acessam. O nível de sucesso na captura e conversão de novos clientes está diretamente relacionada com a qualidade dos textos, imagens, vídeos, gráficos e arquivos para download. Se tais materiais são mal produzidos, causam uma experiência neutra ou negativa no visitante. Logo, ele não se converterá em cliente.

Ao analisar o conteúdo dos websites, buscam-se necessidades e oportunidades melhorias no serviço de atendimento e informação ofertado pela a empresa, através da Internet.

Algumas perguntas para reflexão nesta perspectiva:

  • Os textos e imagens são confortáveis para leitura?
  • Os textos são coesos e compatíveis com o perfil e os interesses dos visitantes?
  • Há oportunidades para tornar a experiência do visitante mais agradável e rica?

Perspectiva Lembrança

A Internet não é uma fonte inesgotável de novos clientes, pois a empresa sempre está subordinada às leis do mercado, aos hábitos de compra do consumidor e às limitações geográficas. O processo de captura dos clientes em potencial, assim como um processo de prospecção ou uma propaganda, requer altos esforços e investimentos. Logo, é importante reter os visitantes, estabelecendo um relacionamento que serve para manter a lembrança da marca viva e assim, favorecer a recompra. Atualmente, na Internet, o relacionamento pode se dar através de e-mails e mídias sociais.

Algumas perguntas para reflexão nesta perspectiva:

  • Quais ações de relacionamento estão sendo executadas pela empresa e seus concorrentes?
  • Como a empresa poderia se comunicar de maneira mais frequente e relevante com seus clientes e seguidores?
  • A empresa pode prever necessidades ou interesses dos clientes através da análise do banco de dados e comunicar-se proativamente?

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row css=”.vc_custom_1408718165844{margin-top: 40px !important;margin-bottom: 40px !important;}” parallax=”no”][vc_column width=”1/1″][calltoaction bg_color=”#e5e5e5″ button=”yes” buttonlabel=”Contato” link=”/contato” buttoncolor=”default” buttonsize=”medium” buttonstyle=”gradient” button_position=”right” target_blank=”yes” text_position=”left”]Vamos conversar sobre o marketing de sua empresa?[/calltoaction][/vc_column][/vc_row]