3 tipos de propaganda e 3 erros mortais

Existem basicamente 3 tipos de propaganda:

Propagandas de reputação

São comunicações institucionais que reforçam a lembrança da marca e suas qualidades, com o intuito de torná-la top of mind, ou seja, a primeira na memória do público alvo. São comuns no rádio, na TV e nos outdoors. Elas contam histórias e costumam mexer com nossas emoções. Não há como mensurar seu retorno com exatidão.

Propaganda de presença

São anúncios colocados nos locais de busca de produtos e serviços, como guias, páginas amarelas e links patrocinados na Internet. Com eles, deseja-se estar no caminho do cliente, no momento oportuno. A resposta ao anúncio é geralmente uma consulta ou venda. Logo, seu resultado é mensurável. Então pode-se decidir entre manter ou não o anúncio.

Propagandas de geração de demanda

O tipo preferido do comércio tenta gerar demanda com uma provocação. Pode ser uma oferta imperdível ou a exibição de um hambúrguer suculento na hora do almoço. Esses anúncios tentam simplificar ou reduzir o processo de escolha do cliente, estimulando o desejo e gerando a sensação de oportunidade momentânea. Com retorno relativamente mensurável, costumam ser veiculadas na TV, nos outdoors, fachadas e na sinalização interna.

Entendendo a diferença existente entre os tipos de propaganda, podemos identificar alguns erros muito comuns, especialmente nas micro e pequenas empresas:

O primeiro grande erro da propaganda é desejar que um anúncio atenda às 3 funções.

Se você envia uma mala direta com sua logo e uma frase de impacto, não espere que os receptores respondam com um pedido. Essa seria uma comunicação institucional que apenas ajuda na construção da reputação. O meio e a mensagem devem ser adaptados, afinal propagandas de reputação precisam ser memoráveis!

O segundo grande erro da propaganda é investir pouco na veiculação de um anúncio.

Investir pouco pode ser a mesma coisa que não investir nada. Cuidado ao optar por formatos menores em locais escondidos. Isso pode apenas queimar sua verba. Defina a função do anúncio e estime uma verba apropriada.

Terceiro grande erro da propaganda é ser inconstante.

Sua marca precisa ser vista várias vezes pela mesma pessoa para ser memorizada e lembrada. É uma péssima ideia mudar o local do outdoor de tempos em tempos. Assim como mudar constantemente o mote da campanha. Inove e renove a arte apenas quando seu anúncio estiver virando paisagem, mas mantenha-se firme, comunicando-se com as mesmas pessoas.

Publicado por

Daniel R. Bastreghi

O que nos move? Como fazer valer nossos esforços? Como aproveitar o tempo que nos é dado? Na esperança de um dia encontrar respostas convincentes para essas perguntas, eu, Daniel, passeio pelo mundo do marketing, empreendedorismo, psicologia, autoconhecimento e filosofia. Compartilhe suas percepções e ajude a construir o conhecimento.

Deixe uma resposta