Dúvida

Olá Daniel, tenho uma empresa de sistemas de energia com meu “namorido” e há uns 2 anos descobri que o que eu amo fazer é design de interiores. Estou trabalhando com ele desde 2001 e antes de concentrar minhas energias na abertura de um novo negócio, sinto necessidade de pesquisar o mercado, ver se o negócio é viável. Passamos por maus momentos, mas hoje a empresa está indo bem. O problema é para me ausentar da empresa, preciso que valha a pena. Tens alguma idéia de por onde devo começar? Desde já agradeço muuuito a tua atenção e aguardo um retorno! Abraço!

Primeiramente, desculpe a demora no retorno. Os últimos dias foram um pouco corridos e eu ainda estou aprendendo a mexer na comunidade do PEGN.

Pelo visto, você e seu “namorido” conseguiram estabilizar a empresa atual, o que é uma vitória! Contudo, se entendi corretamente, esta vitória ainda não é sua. Você sente a necessidade de trabalhar com o que gosta e/ou de buscar um retorno financeiro maior.

Sua dúvida envolve diversas análises que terá de fazer. Seguem sugestões:

Primeiramente, analise o que exatamente está te incomodando na situação atual:

– Se estiver insatisfeita exclusivamente com o retorno financeiro, recomendo não abandonar o barco. Não sem lutar! Qualquer negócio exige a evolução do administrador e um novo aprendizado. Se mudar de área, terá de construir seu nome/marca, sua carteira de clientes, seus processos, etc. Isso demorará a dar retorno. Talvez seja mais interessante melhorar o que já tens, nem que para tal seja preciso uma mudança radical.

– Se estiver insatisfeita exclusivamente com a área, sentindo vontade de seguir sua vocação, sugiro começar a planejar sua mudança, mas com cautela para não prejudicar seu relacionamento conjugal. Converse com o “namorido”, exponha seus sentimentos e tente viabilizar sua saída da empresa atual sem traumas para todas as partes. Isso levará algum tempo, mas com paciência e foco irão aparecendo idéias de como delegar suas atividades. Isso pode envolver a contratação de outra pessoa, a implantação de um sistema informatizado, a descrição dos processos que gerencia para viabilizar treinamentos, etc.

Feita essa análise, você terá uma visão mais clara de seus objetivos pessoais e profissionais. Se optar pela sua vocação, poderá iniciar seu plano de negócios.

Por exemplo, pode começar com a pesquisa de mercado para:

1. Conhecer a fundo os concorrentes, seus serviços e preços

2. Conhecer como está a demanda pelo serviço de design de interiores:

2.1. Quais são os públicos? (lojas, classe A, classe B, classe C, etc..)

2.2. O que eles esperam em relação aos serviços? O que é qualidade para eles?

2.3. Quanto estão dispostos a pagar? Como querem pagar?

2.4. Onde buscam este serviço? (internet, indicação, etc.)

3. Conhecer a fundo os fornecedores.

Essas são só algumas idéias. Você pode e deve expandi-las. Comece com bate papos com amigos, organize um café e faça um “focus group”, isso lhe dará algumas pistas.

Espero que estas sugestões a ajude. Não esqueça de me contar depois, rsrs.

Qualquer dúvida, estou a disposição.

Publicado por

Daniel R. Bastreghi

O que nos move? Como fazer valer nossos esforços? Como aproveitar o tempo que nos é dado?Na esperança de um dia encontrar respostas convincentes para essas perguntas, eu, Daniel, passeio pelo mundo do marketing, empreendedorismo, psicologia, autoconhecimento e filosofia.Compartilhe suas percepções e ajude a construir o conhecimento.

Deixe uma resposta